Eleições serão extremamente judicializadas por discussão sobre voto impresso, diz Carolina Brígido

O deputado estadual de São Paulo Castelo Branco de Luca (PSL) encaminhou ao TSE (Tribunal Superior Eleitoral) ofício afirmando que suas acusações de que houve fraude nas eleições de 2018 foram apenas reprodução do que tinha ouvido de eleitores. Ele não apresentou prova de que houve algum tipo de irregularidade no pleito. A informação é da colunista Carolina Brígido, que avalia que as eleições de 2022 serão “extremamente judicializadas”. “A perspectiva é essa, porque, se tiver o voto impresso, quem perder a eleição vai judicializar para pedir recontagem. Se não tiver o voto impresso, quem perder também vai questionar a legitimidade da eleição promovida pela urna eletrônica. A Justiça Eleitoral e o STF vão trabalhar bastante. Vai ser disputa acirrada politicamente e juridicamente”, analisa

#UOLNews

————————-
Bem-vindo ao Canal UOL! Acompanhe a programação ao vivo e todos os contéudos com as principais notícias do dia, opinião de colunistas e entrevistas exclusivas sobre os temas mais importantes do momento

** INSCREVA-SE NO CANAL E ATIVE AS NOTIFICAÇÕES:
http://bit.ly/2xolCQ2

You May Also Like