Bolsonaro demonstrou aposta em imunidade de rebanho em evento de outubro de 2020

Uma das principais linhas de investigação da CPI da Pandemia no Senado é como o governo Bolsonaro apostou na teoria de que a livre circulação do novo coronavírus iria gerar uma imunidade natural de rebanho pela ampla contaminação das pessoas. Um discurso do presidente Jair Bolsonaro em um evento, em outubro do ano passado, no Palácio do Planalto, reforça essa suspeita.
No dia 19 de outubro, Bolsonaro discursou em um evento sobre a situação da covid-19 e reclamou do preço das vacinas, além de dizer que quem já tinha contraído a doença não precisaria se vacinar. Procurado, o Palácio do Planalto não retornou.
“A vacina contra o Covid, como cabe ao Ministério da Saúde definir essa questão, e já foi definida, ela não será obrigatória”, afirmou Bolsonaro. Depois, continuou: “Isso não é a toque de caixa, nem de uma hora para a outra; e nós sabemos que muita gente contraiu (covid-19) e nem sabe que contraiu, já está imunizado; vão obrigar essa pessoa a tomar essa vacina? Que inclusive por parte dessa fonte custa mais de 10 dólares, por outro lado, o nosso lado custa menos de quatro”.
#Bolsonaro
————————-
Bem-vindo ao canal do UOL no YouTube. Aqui você encontra notícias direto da redação, tudo sobre política, matérias especiais e o melhor do mundo do entretenimento.

** INSCREVA-SE NO CANAL: http://bit.ly/2xolCQ2

You May Also Like